• Posted by : Testarossa quarta-feira, 17 de outubro de 2018


    Nanoha é tanto a minha obra, quanto a minha franquia favorita, tanto que eu conheci minha segunda obra favorita sem saber que ela havia sido inspirada por Nanoha. Então refletindo sobre como vira e mexe alguém me pergunta sobre a franquia, eu pensei "Por que não fazer um post de "utilidade pública" para compartilhar sempre que alguém tiver dúvidas?". Eis que chegamos aqui.


    Introdução:
    Mahou Shoujo Lyrical Nanoha é um popular anime de garotas mágicas (No Japão, ao menos) que teve sua estreia em 2004, pelo estúdio Seven Arcs. A obra é um spin-off de uma Visual Novel chamada Triangle Heart 3, que teve uma adaptação em anime em 2003. A franquia continua a produzir conteúdos variados até hoje, seja em formato de anime, mangás e etc. Atualmente em animações a franquia conta com 5 séries de TV e 4 filmes. Existem diversos mangás, dois deles sendo parte da franquia principal, alguns deles sendo complemento para as temporadas de anime e outros sendo spin-offs. Há também uma LN que é uma adaptação da primeira temporada, diversos CD drama com um que também faz parte da trama principal, alguns jogos e outros materiais extras.

    Segue os títulos e ano de lançamento das animações de Nanoha:

    - Mahou Shoujo Lyrical Nanoha (2004)
    - Mahou Shoujo Lyrical Nanoha A's (2005)
    - Mahou Shoujo Lyrical Nanoha StrikerS (2007)
    - Mahou Shoujo Lyrical Nanoha ViVid (2015) 
    - ViVid Strike! (2016)

    Além disso, segue os filmes também:

    - Mahou Shoujo Lyrical Nanoha: The Movie 1st (2010)
    - Mahou Shoujo Lyrical Nanoha: The Movie 2nd (2012)
    - Mahou Shoujo Lyrical Nanoha Reflection (2017)
    - Mahou Shoujo Lyrical Nanoha Detonation (2018)

    Por onde começar?
    Pode parecer surpreendente, mas muitos não sabem muito bem por onde começar a franquia, e isso se dá a uma miríade de motivos. O primeiro deles é que tanto o StrikerS quanto o ViVid conseguem funcionar isoladamente, mesmo sendo continuações. Muitos começam por uma das duas e conseguem não ficar perdidos na história nem nada do tipo. No entanto, eu pessoalmente não recomendo fazer dessa forma, muitas referências e muito desenvolvimento acaba se perdendo, mesmo que a história seja compreensível, o ideal mesmo é começar do começo. O segundo deles é que ViVid Strike! foi divulgado como uma obra alheia a franquia de Nanoha (Por isso tiraram o 'Mahou Shoujo Lyrical Nanoha' do título), mesmo pertencendo ao mesmo universo, o que fez muitas pessoas começarem por ele só para descobrirem depois o tanto de conteúdo que já existia previamente. Por fim e não menos importante, temos os dois primeiros filmes, que são remakes das duas primeiras temporadas, o que levanta a clássica questão do "assistir o original ou assistir o remake?".
    Meu conselho pessoal é que você comece pelo real começo da franquia, seja o anime de 2004 ou o filme de 2010, mesmo que pareça trabalhoso tudo que você vai ter que assistir, para uma experiência mais completa essa é a melhor opção.

    Em que ordem assistir?
    Dito isso, agora é necessário entrar um pouco na cronologia do universo da obra.
    As séries de TV e os filmes olhando separadamente parecem seguir cada um uma cronologia diferente, por isso pode ser um pouco confuso quando assistir o quê quando se mistura tudo, mas é mais fácil ter uma ideia com as duas listas acima pois cronologicamente é exatamente do jeito que está ali.
    Porém, para ter uma noção melhor, é importante ter em mente que os filmes Reflection (2017) e Detonation (2018) se passam após o A's (2005/2012) e antes do StrikerS (2007). Não é nenhum escolha narrativa que os filmes mais recentes se passem antes de uma temporada que saiu há mais de 10 anos atrás, então se assim for sua vontade, pode assistir ambos os dois filmes após assistir o A's.
    O que me parece é que os produtores estão seguindo uma ordem cronológica especifica só para os filmes, então pode vir a ser que tenha um remake do StrikerS futuramente.

    As duas primeiras temporadas possuem remakes em filmes, então você assiste o que preferir, pode até assistir as duas versões se quiser, mas se me permite dar a minha visão pessoal como um grande fã da franquia, vejamos... Eu acho o primeiro filme melhor que a primeira temporada, na primeira temporada tinha muita coisa que não acrescentava muito na história, o que chamariam de "pseudo-filler", o primeiro filme não só resumiu muito bem a história sem deixar nada se perder, como acrescentou muito mais na construção de alguns personagens expandindo suas backstories e outras cenas a mais. Se fosse para escolher um dos dois, eu escolheria o filme.

    Em relação a segunda temporada e segundo remake, a situação ironicamente é o contrário, o anime de A's é bem mais completo, e com a adição de um novo grupo de personagens na história, a quantidade de episódios acabou sendo uma boa oportunidade para desenvolvê-los melhor. O filme remake, tendo metade da duração do anime, acaba sendo mais corrido e tendo que cortar muitas coisas relevantes que haviam na versão para TV. No entanto, o filme ainda consegue fazer seu melhor e ser ótimo por conta própria, os defeitos mencionados só são mais visíveis caso tenha visto as duas versões, caso contrário provavelmente você irá aproveitar muito bem o filme, e não acharia estranho preferirem o filme ao invés da versão em anime, pois ele de fato é muito bom.
    Desnecessário dizer, os dois filmes remakes são produções muito mais ambiciosas, por isso tem uma qualidade visual incrível e caso tenha problemas com animações mais antigas, eles serão mais do que um prato cheio.

    Apesar de ser uma sequel, Mahou Shoujo Lyrical Nanoha ViVid também pode ser considerada uma obra "side story" da obra principal, pois ela segue um caminho próprio em relação não só ao universo da obra, mas seus personagens também (Embora ainda esteja tudo lá, vale dizer). Então embora possa ser incluída na cronologia da franquia, ela não necessariamente precisa ser incluída na cronologia de "Nanoha". Basicamente o que quero dizer é que se a série de Nanoha fosse definida em uma linha que está constantemente avançando em cada temporada ou filme, a Nanoha ViVid seria uma linha paralela a essa, cujo seu início seria em meados do anime do StrikerS.
    O anime de Nanoha ViVid, diferente de todo o resto das animações, é uma adaptação de mangá. Como tal, o anime acaba por não adaptar o mangá completamente (Agora encerrado com 104 capítulos).
    O anime de ViVid Strike! se passa um ano após o final do mangá de Nanoha ViVid, por isso, a não ser que lancem uma segunda temporada dele ou adaptem o mangá de Nanoha Force (O que é quase impossível), essa será sempre a última parte dos animes da franquia cronologicamente.

    Com isso fora do caminho, podemos listar duas ordens distintas para as animações:
    Lançamento: Nanoha (Série de TV ou o filme) > Nanoha A's (Série de TV ou o filme) > Nanoha StrikerS > Nanoha ViVid > ViVid Strike! > Nanoha Reflection > Nanoha Detonation

    Cronológica: Nanoha (Série de TV ou o filme) > Nanoha A's (Série de TV ou o filme) > Nanoha Reflection > Nanoha Detonation > Nanoha StrikerS > Nanoha ViVid > ViVid Strike!

    Obras canônicas sem ser os animes
    Nanoha gerou diversos materiais em mídias diferentes, embora muitas não sejam relevantes acompanhar para ter uma noção mais ampla das coisas (É possível acompanhar só os animes sem muitas preocupações), ainda existem alguns materiais bem importantes e alguns extras bem legais para se ver. Aqui vou listá-los.

    Nanoha Sound Stage 02 - Drama CD que se passa 2 anos antes do início da obra, pode ser escutado após o primeiro anime ou após o quinto episódio do mesmo. Serve como um bom extra.

    Mahou Shoujo Lyrical Nanoha A's - Mangá que se passa antes, durante e depois da segunda temporada/filme da obra, pode ser lido após assistir o anime/filme. Serve como um bom extra.

    Mahou Shoujo Lyrical Nanoha StrikerS THE COMICS - Mangá que se passa antes, durante e depois da terceira temporada, pode ser lido após assisti-la. Serve como um bom extra.

    StrikerS Sound Stage X - Drama CD que se passa 3 anos após o StrikerS. É uma prequel muito importante para Nanoha ViVid e até para o universo da obra como um todo, como tal, é um material bem importante e se possível, recomendo ouvir o CD.

    Mahou Shoujo Lyrical Nanoha ViVid (Mangá) - Uma vez que o anime é uma adaptação incompleta (Adaptou aproximadamente 30 capítulos), eu recomendo bastante lerem o mangá, ele já está completo, e embora a tradução ainda não tenha chegado no fim da obra, eles estão bem próximos.

    Mahou Senki Lyrical Nanoha Force - Mangá que se passa 5-6 anos após o StrikerS. É uma continuação direta, no entanto, está em hiato desde 2013 sem previsão para voltar.

    ORIGINAL CHRONICLE Mahou Shoujo Lyrical Nanoha The 1st - Mangá que foi feito como um complemento especificadamente para o primeiro filme. Ainda não foi traduzido até o dia que esse post foi ao ar.

    Reflection Drama CD - Nome auto-explanatório. Prequel do filme Reflection focado no dia a dia das personagens. Opcional.

    Mahou Shoujo Lyrical Nanoha Reflection THE COMICS - Mangá suplementar do filme Reflection, ainda em publicação. Um extra até que relativamente importante para cobrir alguns pontos que o filme não teve tempo de cobrir.

    Fora os mencionados, a maioria dos Drama CDs (São muitos) trazem alguns extras, para fãs pode ser um prato cheio, mas também nada que você precise se preocupar caso apenas goste da série.

    Outros materiais
    Tirando tudo já mencionado, a franquia também conta com um bom número de obras extras, sendo elas:

    Mahou Shoujo Lyrical Nanoha (Novel) - Uma novel de volume único lançada em 2005 como uma versão suplementar da primeira temporada. Tudo segue basicamente da mesma forma que o anime de 2004, porém a novel oferece vários detalhes e informações extras.

    Mahou Shoujo Lyrical Nanoha INNOCENT - Jogo de celular que fechou os servidores no início desse ano. O jogo recebeu duas adaptações em mangá, sendo a primeira com o mesmo nome, e a segunda com um S no final, INNOCENTS. Além disso, também teve um mangá paródia chamado Mahou Shoujo Lyrical Nanoha Material Girls: INNOCENT. Mesmo sem o jogo, o mangá pode ser lido separadamente, é um mangá que se passa em um universo paralelo da obra e conta com grande parte dos personagens da franquia, logo, é recomendável ler ele apenas após assistir todas as temporadas (Com exceção do ViVid Strike!).

    Mahou Shoujo Lyrical Nanoha A's Portable - A franquia teve dois jogos de PSP, chamados de A's Portable. Como o nome indica, é um universo paralelo a segunda temporada do anime, ou o segundo filme. O primeiro jogo se chama The Battle of Aces e a sua continuação se chama The Gears of Destiny. Os jogos ganharam um mangá 4-koma de comédia intitulado Mahou Shoujo Lyrical Nanoha A's Portable: The Gears of Destiny: Material Girls.
    Apesar dos jogos contarem com personagens de praticamente todas as instâncias da franquia (Incluindo Nanoha ViVid e Nanoha Force), tecnicamente pode jogá-lo quando quiser.

    Mahou Shoujo Lyrical NANOHA MOVIE 1st THE COMICS - Um mangá que funciona como uma versão alternativa do primeiro filme, com algumas alterações na história e nos personagens. Basicamente só lê se quiser mesmo, já que é desnecessário.

    Além disso, a franquia também conta com alguns outros mangás curtos puramente focados no slice of life e/ou comédia, ou antologias.

    Curiosidades
    - A primeira temporada de Nanoha foi dirigida pelo famoso diretor atualmente da Shaft Akiyuki Shinbo (Monogatari, Madoka).

    - Nanoha oficialmente tem um curto mangá crossover de dois capítulos com Fate/Stay Night e Fate/Kaleid.

    - Além disso, existe um popular mangá doujinshi de ação entre Madoka e Nanoha que ainda está em andamento.

    - O criador de Nanoha, Masaki Tsuzuki, também é o escritor de Triangle Heart. Ele trabalhava no cenário de Visual Novels até o estouro de popularidade de Nanoha. A única outra obra que ele trabalhou fora Nanoha foi Dog Days.

    - Todas as obras citadas neste guia foram escritas por Masaki Tsuzuki. Tanto os animes quanto os mangás, jogos ou novel. Talvez por isso ele não trabalhe em praticamente nenhuma obra diferente.

    - Os filmes Reflection e Detonation usam as personagens que eram originalmente dos dois jogos de PSP, The Battle of Aces e The Gears of Destiny, embora a história dos filmes seja completamente diferente da dos jogos. Dessa forma, o autor tornou canônico tais personagens que antes só existiam nos jogos.

    - Falando nos filmes Reflection e Detonation, como é possível deduzir, eles formam um arco único. Sendo assim, Reflection e Detonation contam uma única história separada em dois filmes de 2 horas, o que daria mais ou menos um anime de 12 episódios.

    - Alguns dos novos designs das protagonistas nos filmes Reflection e Detonation usam um design bastante similar ao do mangá de Nanoha Force, atualmente em hiato.

    - O anime de Nanoha ViVid teve problemas de produção durante o seu lançamento, resultando em muitas falhas de animação, algumas bem graves. O BD do anime só saiu finalmente um ano e meio depois da sua exibição na TV. A animação nos BDs está muito melhor, muitos erros corrigidos, cenários melhorados e uma produção muito mais agradável de se assistir, por isso lembrem-se de assistir os Blu-Rays de Nanoha ViVid ao invés da versão para TV.

    - Nanoha é uma franquia que gosta de se reinventar. Então embora mantenha sua essência, não é incomum haver grandes mudanças no estilo, estrutura, ou mesmo nos gêneros da obra entre uma temporada e outra. Motivo pelo qual deixa muitos fãs insatisfeitos.

    - Os dois primeiros filmes, remakes das duas primeiras temporadas, são considerados por Masaki Tsuzuki como filmagens educacionais na timeline original de Nanoha, que são usadas com o propósito de treinamento para diversos magos. Sendo assim, ambas as versões são válidas dentro do mesmo universo de certa forma.

    - A franquia tem espaço de sobra para novas obras, independente da mídia, pois dentro do vasto universo que possuí, ainda existe muita coisa que é possível explorar seja no passado, presente ou futuro.

    - Nanoha completará 15 anos de existência em 2019. Como complemento da curiosidade anterior, é possível (Ao menos eu torço para que aconteça) que anunciem um novo projeto para a franquia, visto que com o lançamento dos dois filmes, Reflection e Detonation, o fim do mangá de ViVid e o hiato do Force, a franquia atualmente não tem nenhum título de peso em produção.



    Conclusão
    Apesar de todo o trabalho, montar esse guia para minha obra favorita foi bem satisfatório. Nanoha é um universo que eu acredito valer bastante a pena mergulhar. Uma franquia apreciada e que serviu de influência para muitos na industria, de mahou shoujos darks a industria já estava cheia desde antes de Nanoha, mas posso dizer com certeza que foi um dos grandes responsáveis a mostrar que mahou shoujos podem sim serem apreciados tanto por garotas quanto por garotos... Bom, ao menos na sua época, felizmente hoje em dia essa é uma visão cada vez menos popular.

    Como uma forma de mostrar meu apreço pelo que a franquia me proporcionou (E ainda proporciona), deixo aqui este guia para qualquer um que estiver com alguma dúvida ou quiser saber mais sobre a mesma (OBS: É possível que eu acrescente mais coisas caso lembre de algo ou coisas novas apareçam). Saraba Da!

    Leave a Reply

    Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

  • Copyright © - Canal Testarossa

    Canal Testarossa - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan